Loading...

Kudijimbe


Votos de UtilizadoresVotos de UtilizadoresVotos de UtilizadoresVotos de UtilizadoresVotos de Utilizadores
Seja o primeiro a votar, clique na pontuação que deseja atribuír. Registe-se para votar.
1955 -

Biografia

Escritor angolano, Kudijimbe, nome artístico de Nicolau Sebastião da Conceição, nasceu a 15 de outubro de 1955, em Muxima, província do Bengo (Angola).

Poeta e museólogo. Kudijimbe cursou Museologia na Universidade de Muserak, Brno/Republica Checa, além de ter concluído o curso de Direitos Humanos e Direito Internacional Humanitário no Centro Internacional de Formação de Turim, na Itália. Em 1973, é preso pela PIDE/DGS e encerrado na Cadeia do S. Paulo, em Luanda. Restituído à liberdade, Kudijimbe prossegue os seus estudos na província de Cabinda, sob a condição de apresentar-se mensalmente à polícia política fascista, para questões de controlo. Em 1974, parte para Ponta Negra, República do Congo, e apresenta-se ao MPLA. É enviado para Brazzaville e posteriormente, para Dolisie e, como voluntário, ingressa nas fileiras das Forças Armadas Populares de Libertação de Angola. (FAPLA). No CIR Kalunga, recebe a preparação de guerrilha e é transferido, mais tarde, para o interior de Angola, mais especificamente para a Zona B, Base Gorila, na província de Cabinda. Em 1977, segue para o Huambo e faz o curso de Inter-Armas na Escola de Oficiais Nicolau Spencer. De regresso a Luanda, Kudijimbe é colocado ao regime presidencial. Em 1991, foi condecorado com as medalhas do 1º de Agosto, como Guerrilheiro de Primeira Classe do MPLA, pelos serviços prestados à Nação. É articulista do Jornal de Angola, em regime de colaboração e é convidado, muitas vezes, para ser o orador de temas ligados à Literatura e aos Direitos Humanos.



Informações adicionais

Kudijimbe é poeta da Geração de 80, a Geração das Incertezas. Seu percurso literário começa na mesma década, quando se torna membro fundador, juntamente com outros escritores, da Brigada Jovem de Literatura Alda Lara, na província de Huambo, onde também exerceu o cargo de Secretário Geral, no ano de 1983. Mais tarde, ajuda a fundar e preside a Brigada Jovem de Literatura de Angola &ndash BJLA. Foi igualmente membro fundador da Oficina Literária Kuntuala, na Faculdade de Engenharia/Universidade Agostinho Neto da Brigada Jovem de Literatura de Luanda - BJLL e da União dos Escritores Angolanos - UEA. Em 1980, foi indicado pela Direção da BJLL, de Luanda, para participar, como ator, no documentário Balanço do Tempo na Cena de Angola, realizado por Ruy de Carvalho. Em 1987, enquanto estudante da Faculdade de Engenharia, Kudijimbe publicou O Fardado e, meses depois, vinha ao lume a sua segunda obra. Em 1998, exerceu as funções de Diretor-Adjunto da Direção Nacional do Museu e Monumentos e Sítios da Forças Armadas. Seus textos poéticos fazem parte do acervo de diversos órgãos de Comunicação Social, nacionais e estrangeiros. Com o livro Fogo na Kanjica,Kudijimbe ganhou o 2º Prémio Nacional do Concurso Literário das FAPLA, em 1985. Com António Jacinto e os Guerrilheiros (2003), o autor relata os aspectos vividos no Centro de Instrução Militar de Cabinda, em 1974, na altura dirigido por António Jacinto. No Amanhecer da Curva (2004), Kudijimbe realça aspectos da sociedade angolana e africana.

Comentários

Precisa de se registar para aceder aos comentários.

Voltar

Top 10 de vendas

Novidades

Questão

Qual a secção do Portal da Literatura de que mais gosta?

Livros 43.31 %
Poesia 17.83 %
Também Escrevo 14.65 %
Escritores 11.46 %
Pensamentos 4.46 %
Adivinhas 2.55 %
Editoras 2.55 %
Provérbios 1.91 %
Vídeos 1.27 %

157 voto(s) até ao momento

Para poder votar é necessário estar registado no Portal da Literatura.
Registe-se

Este website contém 2778 autores e 6789 obras.