Loading...

Teixeira de Pascoais


Votos de UtilizadoresVotos de UtilizadoresVotos de UtilizadoresVotos de UtilizadoresVotos de Utilizadores
Seja o primeiro a votar, clique na pontuação que deseja atribuír. Registe-se para votar.
1877 - 1952

Biografia

Teixeira de Pascoais é o pseudónimo que Joaquim Pereira Teixeira de Vasconcelos usou para assinar sua obra literária. Nascido no dia 2 de novembro de 1877 em Amarante - Gatão. Teixeira Pascoais formou-se em direito pela Universidade de Coimbra no ano de 1901. Depois disso, exerceu a profissão de advogado na cidade de Amarante e no Porto. Essa atividade, no entanto, nunca o impossibilitou de seguir também a carreira literária, cuja estreia ocorreu no ano de 1897 com a coletânea de poesias intitulada "Sempre". No ano de 1912, à frente da Revista "A Águia" e do movimento Renascença Portuguesa, difundiu a doutrina do Saudosismo, que foi encarada como uma atitude perante a vida que definia a "alma nacional". O Sebastianismo divulgado por Pascoais influenciou muitos escritores portugueses do início do século XX. Dentre eles destaca-se Fernando Pessoa. O Saudosismo de Pascoais, no entanto, não dura muito tempo: em 1919, por considerarem Pascoais "utópico" e "passadista", alguns integrantes rompem com o grupo Renascença Portuguesa, o que acarreta no aparecimento do grupo "Seara Nova". Anos antes o próprio Fernando Pessoa já havia abandonado o grupo para dar novos rumos a sua poesia. Teixeira de Pascoais morreu no dia 14 de dezembro de 1952 em Amarante. A enciclopédia Barsa define Teixeira de Pascoais como o "principal inspirador do saudosismo sebastianista em Portugal início do século XX".

Livros escritos por Teixeira de Pascoais

O Penitente (1942)

Sonetos (1925)

Cânticos (1925)

Contos Indecisos (1921)

A Era Lusíada (1914)

O Génio Português na sua Expressão Filosófica. Política e Religiosa (1913)

O Doido e a Morte (1913)

Elegias (1912)

O Espírito Lusitano ou o Saudosismo (1912)

Regresso Ao Paraíso (1912)

Marânus (1911)

As Sombras (1907)

Vida Etérea (1906)

Terra Proibida (1899)

À Minha Alma (1898)

Sempre (1898)

Poemas escritos por Teixeira de Pascoais

A Mãe e o Filho

A Minha Dôr

Ausencia

De Noite

Delirio

Encantamento

Idílio

Junto Dele

Mãe Dolorosa

Minha Alegria

Nas Trevas

No Crepusculo

No Seu Tumulo

Noites em Claro

O Que Eu Sou

Olhar Eterno

Remorsos

Sobresalto

Trágica Recordação

Tristêza



Comentários

Precisa de se registar para aceder aos comentários.

Voltar

Top 10 de vendas

Novidades

Questão

Qual a secção do Portal da Literatura de que mais gosta?

Livros 43.31 %
Poesia 17.83 %
Também Escrevo 14.65 %
Escritores 11.46 %
Pensamentos 4.46 %
Adivinhas 2.55 %
Editoras 2.55 %
Provérbios 1.91 %
Vídeos 1.27 %

157 voto(s) até ao momento

Para poder votar é necessário estar registado no Portal da Literatura.
Registe-se

Este website contém 2779 autores e 6792 obras.