Loading...

Zita Seabra


Votos de UtilizadoresVotos de UtilizadoresVotos de UtilizadoresVotos de UtilizadoresVotos de Utilizadores
Seja o primeiro a votar, clique na pontuação que deseja atribuír. Registe-se para votar.

Biografia

É filha do engenheiro Mário Ramos Carvalho Roseiro (Tondela, Molelos, 11 de Abril de 1921) e de sua mulher Zita Moreira Marques de Seabra.
Aderiu ao Partido Comunista Português em 1966 e passou à clandestinidade em 1967, antes mesmo de fazer dezoito anos, tendo sido controleira da União de Estudantes Comunistas antes e depois do 25 de Abril. Deputada à Assembleia da República entre 1980 e 1987, pelos círculos de Lisboa e de Aveiro, foi eleita para a Comissão Política do Comité Central do PCP em 1983, no X Congresso do Partido. Em 1982, tinha sido a responsável pela apresentação no parlamento de legislação sobre o aborto, e alega ter sido destacada pelo PCP para a criação do Partido Ecologista "Os Verdes", algo desmentido pelos dois partidos.
Afastou-se do PCP por altura da Perestroika e é uma das mais conhecidas dissidentes do partido, em virtude do processo interno que lhe foi movido e que culminou com a expulsão em 1988 da Comissão Política, primeiro, e do Comité Central, depois. Ainda em 1988, publicou o livro O Nome das Coisas: reflexão em tempo de mudança, que teve sete edições até ao ano seguinte. Em Março de 1989, fez a cobertura para o jornal Expresso das primeiras eleições livres na URSS.
Coordenou o Secretariado Nacional para o Audiovisual em 1993, ano em que assumiu a presidência do Instituto Português de Cinema. De 1994 a 1995, foi presidente do Instituto Português da Arte Cinematográfica e Audiovisual. Entretanto aderiu ao Partido Social Democrata e nessa condição foi vereadora da Cultura na Câmara Municipal de Vila Franca de Xira entre 1997 e 2001. Editora na Quetzal, foi administradora e directora editorial da Bertrand Editora e é actualmente presidente do Conselho de Administração e directora editorial da Alêtheia Editores, da qual é fundadora. Eleita pelo círculo de Coimbra em 2005, é deputada e foi vice-presidente do Grupo Parlamentar do PSD na Assembleia da República até Outubro de 2007. Nesta legislatura destacou-se pelas posições que tomou contra a legalização do aborto, de que havia sido uma das mais acérrimas defensoras nos tempos de militância comunista. No XIII Congresso do PSD, passou a ser um dos seis vice-presidentes da Comissão Política Nacional deste partido, cargo que desempenhou até Maio de 2008.
É signatária da Petição em Defesa da Língua Portuguesa Contra o Acordo Ortográfico que decorre em Portugal.
Casou com o também histórico comunista Carlos Alfredo de Brito, de quem tem duas filhas, Ana e Rita de Seabra Roseiro de Brito. Tem um filho do médico João Guimarães, Francisco de Seabra Roseiro Guimarães.

Livros escritos por Zita Seabra

Foi Assim (2007)

Vídeos de Zita Seabra



Comentários

Precisa de se registar para aceder aos comentários.

Voltar

Top 10 de vendas

Novidades

Questão

Qual a secção do Portal da Literatura de que mais gosta?

Livros 43.31 %
Poesia 17.83 %
Também Escrevo 14.65 %
Escritores 11.46 %
Pensamentos 4.46 %
Adivinhas 2.55 %
Editoras 2.55 %
Provérbios 1.91 %
Vídeos 1.27 %

157 voto(s) até ao momento

Para poder votar é necessário estar registado no Portal da Literatura.
Registe-se

Este website contém 2779 autores e 6792 obras.