Loading...

Cartas a um Jovem Romancista


Votos de UtilizadoresVotos de UtilizadoresVotos de UtilizadoresVotos de UtilizadoresVotos de Utilizadores
Seja o primeiro a votar, clique na pontuação que deseja atribuír. Registe-se para votar.

Sinopse

Através destas cartas, o grande escritor peruano, fala-nos com lucidez do ofício e da arte de narrar, da vocação literária e do exercício dessa vocação. Vargas Llosa discorre sobre o poder da persuasão, o estilo, o espaço e o tempo do narrador, a realidade e a experiência do escritor, a autenticidade e a ficção do relato, a eficácia da escrita, a sua coerência interna que emana da própria linguagem, a estrutura do romance, «esse ofício que sustenta como um todo harmónico e vivente as ficções que nos deslumbram»... Uma demonstração de sabedoria e experiência, ilustrada com numerosos exemplos de escritores e romances, descritos com pinceladas breves e certeiras, que acaba com um conselho definitivo: «Querido amigo: estou a tentar dizer-lhe que se esqueça de tudo o que leu nas minhas cartas sobre a forma romanesca e se ponha a escrever romances de uma vez por todas.»

Comentários

Precisa de se registar para aceder aos comentários.

Voltar

Top 10 de vendas

Novidades

Questão

Qual a secção do Portal da Literatura de que mais gosta?

Livros 43.31 %
Poesia 17.83 %
Também Escrevo 14.65 %
Escritores 11.46 %
Pensamentos 4.46 %
Adivinhas 2.55 %
Editoras 2.55 %
Provérbios 1.91 %
Vídeos 1.27 %

157 voto(s) até ao momento

Para poder votar é necessário estar registado no Portal da Literatura.
Registe-se

Este website contém 2778 autores e 6789 obras.