Loading...

A Torre de Basileia


Votos de UtilizadoresVotos de UtilizadoresVotos de UtilizadoresVotos de UtilizadoresVotos de Utilizadores
Seja o primeiro a votar, clique na pontuação que deseja atribuír. Registe-se para votar.

Sinopse

«Uma história de intriga financeira, segredos e mentiras, boatos e verdade. (…) Um livro muito divertido e informativo sobre o banco mais poderoso de que provavelmente nunca ouviu falar.» Booklist
 
A Torre de Basileia é a primeira obra de investigação sobre a instituição financeira global mais secreta do mundo. Com base numa extensa pesquisa de arquivos na Suíça, Grã-Bretanha e Estados Unidos, em conjunto com entrevistas aos decisores-chave, incluindo Paul Volcker, ex-presidente da Reserva Federal dos EUA, Sir Mervyn King, governador do Banco da Inglaterra, e antigos diretores e funcionários superiores do Banco de Pagamentos Internacionais (BIS): o banco central dos próprios banqueiros.
Criado pelos governadores do Banco de Inglaterra e do Reichsbank, em 1930, e protegido por um tratado internacional, o BIS e os seus ativos estão legalmente fora do alcance de qualquer governo ou jurisdição. O banco é intocável. As autoridades suíças não têm jurisdição sobre o banco ou sobre as suas instalações. O BIS tem apenas 140 clientes, mas obteve lucros livres de impostos de 1170 milhões dólares americanos em 2011-2012.
Desde sua criação, o banco tem estado no centro dos acontecimentos globais, passando, no entanto, muitas vezes despercebido. Para Thomas McKittrick, o presidente norte-americano do banco entre 1940-1946, o BIS manteve-se aberto durante toda a Segunda Guerra Mundial. O BIS aceitou saques de ouro nazi, conduziu ofertas de divisas para o Reichsbank, e foi usado por Aliados e as potências do Eixo como ponto de contacto secreto de modo a manter os canais de financiamento internacional abertos.
Depois de 1945, o BIS - ainda nos bastidores - forneceu, durante décadas, o apoio técnico e administrativo necessário ao projeto da moeda transeuropeia, desde as primeiras tentativas de harmonizar taxas de câmbio no final de 1940, até ao lançamento do euro em 2002. Mantém-se agora no centro dos esforços de construção de uma nova arquitetura financeira e reguladora global, provando uma vez mais que tem o poder para moldar as regras financeiras do nosso mundo. No entanto, apesar do seu papel crucial na história financeira e política do século passado e durante a atual crise económica, o BIS manteve-se praticamente desconhecido. Até agora.

Comentários

Precisa de se registar para aceder aos comentários.

Voltar

Top 10 de vendas

Novidades

Questão

Qual a secção do Portal da Literatura de que mais gosta?

Livros 43.31 %
Poesia 17.83 %
Também Escrevo 14.65 %
Escritores 11.46 %
Pensamentos 4.46 %
Adivinhas 2.55 %
Editoras 2.55 %
Provérbios 1.91 %
Vídeos 1.27 %

157 voto(s) até ao momento

Para poder votar é necessário estar registado no Portal da Literatura.
Registe-se

Este website contém 2778 autores e 6789 obras.