Loading...

Poema e Poesia de Maria Teresa Horta

Conduzes na saliva 
um candelabro aceso 

um chicote de gozo 
nas palavras 

E a seda do meu corpo 
já te cede 
neste odor de borco em que me abres 

Sedenta e sequiosa 
vou sabendo 
a demorar o tempo que se espraia 
ao longo dos flancos que vou tendo: 

as tuas pernas 
vezes teu ventre 

A tua língua 
vezes os teus dentes 

na pressa veloz com que me rasgas 

Voltar

Top 10 de vendas

Novidades

Questão

Qual a secção do Portal da Literatura de que mais gosta?

Livros 46.33 %
Poesia 17.51 %
Também Escrevo 14.12 %
Escritores 10.73 %
Pensamentos 3.95 %
Adivinhas 2.26 %
Editoras 2.26 %
Provérbios 1.69 %
Vídeos 1.13 %

177 voto(s) até ao momento

Para poder votar é necessário estar registado no Portal da Literatura.
Registe-se

Este website contém 2824 autores e 6872 obras.