A minha conta
 
Lembrar a sua password?
Registe-se | Recuperar password?
Parceiros
Website do escritor português Carlos Porfirio
Plataforma online de envio de mensagens SMS
Criação e desenvolvimento de websites Bases de dados de empresas de Portugal e Espanha
Fotografia, Vídeo e Web Design
Ajudamos a editar um Livro
Agenda de Eventos Literários
Setembro 2014
SegTerQuaQuiSexDom
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
2930 
Inscreva-se na newsletter e receba notícias literárias




Poema e Poesia de José Carlos Ary dos Santos

Rosa Vermelha

Rosa Vermelha

Trago uma rosa vermelha
aberta dentro do peito
e já não sei se é comigo
se é contigo que me deito.

A minha rosa vermelha
mais parece uma romã
pois quando aberta de noite
não se fecha de manhã.

Trago uma rosa vermelha
na minha boca encarnada
quem me dera ser abelha
de tua boca fechada.

Trago uma rosa vermelha
não preciso de mais nada.

Pus uma rosa vermelha
na fogueira do teu rosto
mereço ser condenada
por crime de Fogo posto.

Trago uma rosa vermelha
que é minha condenação
condenada a vida Inteira
à fogueira da paixão

Tenho uma rosa vermelha
atrevida e perfumada
é uma rosa vaidosa
a minha rosa encarnada.

Trago uma rosa vermelha
não preciso de mais nada.



voltar




Crítica Literária Miguel Real
Crítica Literária por Miguel Real
Crítica Literária por Miguel Real
Pesquisar autores e livros


O TOP 10 de vendas de livros

Top 10 de vendas em Portugal
Top 10 de vendas no Brasil


Escritores Angolanos
Escritores Moçambicanos



Votação
Qual a secção do Portal da Literatura de que mais gosta?

Escritores17,07%
Livros34,15%
Vídeos4,88%
Provérbios2,44%
Pensamentos9,76%
Também Escrevo14,63%
Poesia14,63%
Editoras2,44%
Adivinhas0%

41 voto(s) até ao momento
VOTA JÁ
(para poder votar é necessário estar registado no Portal da Literatura)
Este website contém 2413 autores e 6639 obras geridos por 5 utilizadores.

TOP Nuvem de referências


Nuvem de referências