Loading...

Poema e Poesia de Mário Cesariny

Aclamações 
dentro do edifício inexpugnável 
aclamações 
por já termos chapéu para a solidão 
aclamações 
por sabermos estar vivos na geleira 
aclamações 
por ardermos mansinho junto ao mar 
aclamações 
porque cessou enfim o ruído da noite a secreta alegria por escadas 
               de caracol 
aclamações 
porque uma coisa é certa: ninguém nos ouve 
aclamações 
porque outra é indubitável: não se ouve ninguém 

Mário Cesariny, in "Planisfério"

Voltar

Top 10 de vendas

Novidades

Questão

Qual a secção do Portal da Literatura de que mais gosta?

Livros 47.03 %
Poesia 17.30 %
Também Escrevo 13.51 %
Escritores 10.27 %
Pensamentos 3.78 %
Adivinhas 2.70 %
Editoras 2.16 %
Provérbios 2.16 %
Vídeos 1.08 %

185 voto(s) até ao momento

Para poder votar é necessário estar registado no Portal da Literatura.
Registe-se

Este website contém 2866 autores e 6957 obras.