Loading...

Poema e Poesia de Fernando Namora

Vida
Fernando Namora

Indução

Há em todas as coisas 
a marca estranha 
da minha presença. 

Sons, palavras, imagens, 
tudo eu desfiguro e torno falso. 

As pessoas, à minha volta, 
deslizam vagamente como sonâmbulos 
- fantoches ocos de lenda... 

Os sons, 
se logram atravessar portas e janelas, 
partem-se 
no lajedo frio dos meus olhos. 

Vai-se o sol 
Onde o meu pensamento das trevas se poisa. 

Oh! as minhas ilusões de claridade! 

Em 'Relevos'

Voltar

Top 10 de vendas

Novidades

Questão

Qual a secção do Portal da Literatura de que mais gosta?

Livros 47.03 %
Poesia 17.30 %
Também Escrevo 13.51 %
Escritores 10.27 %
Pensamentos 3.78 %
Adivinhas 2.70 %
Editoras 2.16 %
Provérbios 2.16 %
Vídeos 1.08 %

185 voto(s) até ao momento

Para poder votar é necessário estar registado no Portal da Literatura.
Registe-se

Este website contém 2866 autores e 6956 obras.