Loading...

Raízes


Aida Gomes

2017-01-11

No amarelo da sombra nasce o dia e nele aparece o contorno de uma figura esguia na areia. Sombra bailante. A dançarina habita uma construção de papelão, paus e plásticos. Vejo-a todas as manhãs. Mancha viva entre alicerces parados, varandas e andares sem janelas e portas.

Subscreva a Newsletter do Portal da Literatura

E recebe os destaques e as novidades no seu email.