loading gif
Loading...

A Aparência das Coisas

John Berger

Última edição: 2021
Edição original: 1972
Antígona

Sinopse

A arte é uma expressão da nossa sensação de que o que existe é insuficiente — e de que não somos obrigados a aceitá‑lo com gratidão.

A Aparência das Coisas (1972) reúne alguns dos ensaios mais brilhantes e incisivos que John Berger escreveu na década de 60. Uma mulher forçada a entrar num táxi; um leão e uma leoa enjaulados no jardim zoológico; a última fotografia de Che Guevara; o desabrochar da Primavera de Praga e a natureza das manifestações populares; Walter Benjamin, Le Corbusier, Camille Corot, Fernand Léger. Retratos e instantâneos admiráveis em si mesmos, revelam a sua maior importância enquanto partes de um todo, fragmentos da existência submetidos ao mesmo olhar coerente, sensível e humanista de John Berger, em favor de uma síntese da experiência e condição humanas. Numa prosa ao mesmo tempo sóbria e epigramática, em textos ora políticos, ora de crítica e história da arte, esta obra caleidoscópica é uma das melhores introduções à escrita ensaística de John Berger, pondo a nu a sua concepção de liberdade e atitude intransigente perante injustiças e desigualdades.

Comentários


Ainda não existem comentários para este livro.

Avaliações

Pedro Peixoto avaliou com .

Favoritos

José Carinhas adicionou aos favoritos

Voltar

Área de utilizador

Top 10 de vendas

Novidades

Faça o login na sua conta do Portal