loading gif
Loading...

Bernardo Santareno - Da Nascente até ao Mar

José Miguel Noras

2020 Âncora Editora

Sinopse

«Infância traumatizada. Adolescência dolorosa. Filho único. Liceu em Santarém. Solidão. Faculdade em Lisboa. Crise mística profunda: Interrupção dos estudos – Faculdade em Coimbra. Melhor, menos solidão. E poemas. Quando tive dinheiro para editá-los, editei-os. Poemas maus. Um primeiro livro de Teatro, já formado em Medicina: “A promessa, O bailarino e A excomungada.” Edição do autor, paga com o dinheiro que ia ganhando como médico da frota bacalhoeira, nos mares da Terra Nova e da Gronelândia. A bordo, escrevi um livro de narrativas, “Nos mares do fim do mundo” e uma peça de Teatro “O lugre”. Representação de “A promessa”, depois de “O lugre”, depois de “O Crime de Aldeia Velha”, etc. A descoberta do Teatro condicionou toda a minha vida futura. Por exemplo, para poder escrever, deixei a Medicina. Fiz mal. Talvez. O Teatro, dadas as condições em que um escritor tem de viver neste país, sobretudo se é dramaturgo, vai pouco a pouco transformando-se num desgosto, numa frustração. Mais uma. Valeu a pena ter escrito “O Judeu” e o “Inferno”? Parece-me que não. Sinceramente. Hoje não sinto alegria, nem paz. Antes uma coisa azeda e amarga, cada vez mais amarga e azeda…

[…]

Nada é firme, nem seguro nesta vida: Não fazemos outra coisa, que não seja experimentar caminhos, nunca chegaremos a um fim. É precisa muita coragem para se viver, sobretudo num país como o nosso, neste tempo e quando não se é de todo estúpido e inculto.»

 

Bernardo Santareno

Comentários


A mostrar os últimos 20 comentários:

Annse Schaar , 10/12/2020 12:40

da pena esta vida. A vida pode ser bela a despeito

0 0

Favoritos

Celeste Lopes adicionou aos favoritos
Joana Cartaxo adicionou aos favoritos

Quem gostou deste livro também gostou de:

Voltar

Faça o login na sua conta do Portal