loading gif
Loading...

Poema e Poesia de Mário Cesariny

Pais
Mário Cesariny

Dorme Meu Filho

Dorme meu filho 
dezenas de mãos femininas trabalham 
a atmosfera 
onde os namorados pensam 
cartazes simples 
um por exemplo 
minúsculo crustáceo denominado ciclope 
por baixo da pele ou entre os músculos 

Dorme meu filho 
o amor 
será 
uma arma esquecida 
um pano qualquer como um lenço 
sobre o gelo das ruas 

Mário Cesariny, in "Pena Capital"

Voltar

Área de utilizador

Top 10 de vendas

Novidades

Faça o login na sua conta do Portal