loading gif
Loading...

Albertine Sarrazin


1937 - 1967

Biografia

Alma gémea de Jean Genet e «pequena santa dos escritores inconformistas», Albertine Sarrazin (1937-1967) teve uma vida tão breve quanto trágica. Abandonada em tenra idade na sua Argélia natal, conheceu um lar adoptivo e instituições, tendo abraçado, esporadicamente, o crime e a prostituição e, persistentemente, a rebeldia e a insubmissão. Presa por furto em Paris, em 1957 saltará o muro da prisão e fracturará o astrágalo. A sua mente brilhante, alimentada a versos de Rimbaud, dar-nos-ia três romances: O Astrágalo e La Cavale (ambos de 1965), escritos atrás das grades, e La Traversière (1966). Conhecerá o amor ao lado de Julien Sarrazin, também ele um ex-condenado, e um fugaz, mas estrondoso, êxito. Foi «a primeira mulher a falar das suas prisões», segundo Simone de Beauvoir, e, pela elegância poética das suas páginas, denunciou como ninguém as prisões que nos enredam os dias.



Livros escritos por Albertine Sarrazin





Comentários


Ainda não existem comentários para este questionário.

Voltar

Área de utilizador

Top 10 de vendas

Novidades

Faça o login na sua conta do Portal