loading gif
Loading...

Eu, Buda



Extras

Na pele de Buda: imaginar-se Buda é uma ousadia. José Frèches, reconhecido sinólogo e autor do bestseller internacional A Imperatriz da Seda, fá-lo com o brio do erudito e a intensidade do romancista. Em vez de mais um livro sobre o budismo, Frèches veste a pele do pequeno indiano que abandona uma juventude dourada pela via ascética do conhecimento. Trata-se de uma narrativa na primeira pessoa, um diário imaginário que descreve o destino inacreditável de Siddharta Gautama, o homem que se tornou Buda após a morte. Quando era criança, no século VI a.c., Siddharta Gautama era um pequeno indiano privilegiado, a quem o pai escondia a realidade do mundo exterior. Como todas as crianças, Siddharta queria ver aquilo que lhe era ocultado. Fora do Palácio Real do Nepal, Siddharta descobre um sistema de castas, a injustiça, a miséria. Esta descoberta muda a sua vida. Já adulto, abandona tudo – família, fortuna, criados - e percorre o país como um mendigo. Todos os dias, Siddharta vive desilusões e aventuras, de início sozinho e depois na companhia dos seus discípulos, muitos deles inesperados, progredindo paulatinamente na via do conhecimento. O carisma de Siddharta e o seu discurso, simultaneamente exigente e generoso, movem todos os que o encontram. Adoptando o modo poético e simbólico como o próprio Buda se exprimia, José Frèches procura recriar a longa meditação de um homem numa via de aperfeiçoamento e de reflexão, o seu convite à tolerância e à prática do bem.

Comentários


Ainda não existem comentários para este livro.

Voltar

Faça o login na sua conta do Portal