Loading...

Eu, invisual, me confesso



Sinopse

É ARROJADA, cativante, extraordinaria, longa, cheia, pesada, violenta, estranha, sensível, heróica, avassaladora...Arrojada porque conta a verdade, cativante porque se insinua nos espíritos, extraordiária porque se atreve a ser única, longa porque abarca 60 anos, cheia porque não tem pausas, pesada porque carrega o lastro do impossível, violenta porque exibe vísceras, estranha porque desconforme ao estabelecido, sensível porque faz experiência da utopia, heróica porque faz da utopia experiência, avassaladora por tudo o que atrás foi escrito.
Esta é a história da vida de um invisual. é uma história que merece ser contada. este livro foi escrito para a dar a conhecer.

Comentários


Ainda não existem comentários para este livro.

Outros livros de Adelina Velho da Palma

Voltar

Faça o login na sua conta do Portal

Subscreva a Newsletter do Portal da Literatura

e receba os destaques e as novidades no seu e-mail.