loading gif
Loading...

O Meu Querido Titanic

Possidónio Cachapa

2005 Oficina do Livro

Sinopse

Não há país com um povo que acredite menos em si do que o nosso. E contudo continuamos com o coração agarrado ao nosso torrãozinho estendido ao sol.
Este conjunto de textos, publicados na imprensa (sobretudo no JL), ao longo de dois anos, é sobre tudo isto. Mas também fala do outro país, do que está para lá das grandes cidades. O país profundo e lírico. O país das montanhas e das ilhas; das empregadas domésticas e dos agricultores, dos que sabem de cor a trama das telenovelas mas começam a esquecer os nomes antigos dos lugares onde habitam, dos animais e das plantas com que cresceram. 
Porque continua a fazer sentido acreditarmos em nós, temos de aprender, de uma vez por todas, a rirmos de nós próprios.

Extras

EXCERTOS
 
"Por tudo isto, eu, por mim, vou para casa. Vou hibernar desta discussão. O país está entregue nas mãos dos eleitos e às suas artes de tudo resolver. A cultura vai seguir para onde o destino a levar e eu, que não sou menos filho das divindades, e que não me quero pronunciar sobre o processo, vou estender-me à beira do meu mar. No fundo, não acredito que o país não tenha emenda. Mas diria como Ulisses: "Há um tempo para ficar e um tempo para partir. Um tempo para encontrar Ítaca dentro de nós."

Comentários


Ainda não existem comentários para este livro.

Outros livros de Possidónio Cachapa

Voltar

Área de utilizador

Top 10 de vendas

Novidades

Faça o login na sua conta do Portal