loading gif
Loading...

Notícias



Novidades editoriais Leya para o mês de Março

01 Mar, 2018

Novidades editoriais da Leya para o mês de Março, entre elas, Cadáveres às Costas, de Miguel Real (Dom Quixote), Olha-me Como Quem Chove, de Alice Vieira (Dom Quixote), Dias Comuns IX - Derrota Pairante, de José Gomes Ferreira (Dom Quixote), A Paixão Segundo Constança H., de Maria Teresa Horta (Dom Quixote), Dona Flor e Seus Dois Maridos, de Jorge Amado (Dom Quixote), Sangue na Neve, de Jo Nesbo (Dom Quixote) e Hoje Diogo Rocha, de Diogo Rocha (Casa das Letras).

Cadáveres às Costas
Miguel Real
DOM QUIXOTE
Após a morte do pai, um jovem abandona o curso de Direito e aluga um pequeno apartamento no sótão de um palacete de Lisboa, com o fito de escrever um romance. Aí vive a família Peralta Perestrêllo, cuja matriarca centenária – d. Consolação, há muito acamada – é visitada no dia 13 de Maio de 2017 pela aparição da irmã Lúcia, após o que consegue erguer-se e dar uns passinhos. Filho, nora e netos ficam hesitantes quanto a acreditar no suposto milagre; mas cada um a seu modo (e também a Igreja, chamada imediatamente para avaliar a situação) descobre como retirar dividendos do episódio – o mesmo acontecendo, aliás, com o jovem escritor que, sem ideias para o seu romance de estreia, tem subitamente um filão ao dispor, para não falar do seu interesse pela neta mais nova da miraculada…
Nas livrarias a 20 de Março

Olha-me Como Quem Chove
Alice Vieira
DOM QUIXOTE
(Poesia)
O título do livro parte de uma epígrafe que tem a ver com um poema de Ruy Belo. E surge na sequência dos outros três livros de poesia já publicados pela autora: o quotidiano de amores reencontrados e perdidos, de recordações como sustentáculo da vida, da aprendizagem de novos lugares e de novas sensações, das perdas que se enraízam na nossa pele e nos ajudam a sobreviver.
Nas livrarias a 13 de Março

Dias Comuns IX - Derrota Pairante
José Gomes Ferreira
DOM QUIXOTE
O diário Dias Comuns, de José Gomes Ferreira, começou a ser publicado em 1990, cinco anos após a sua morte. Este nono volume, Derrota Pairante, abarca o período entre 1 de Fevereiro e 20 de Setembro de 1970, época em que o escritor foi convidado para presidente da futura Associação de Escritores, em que Salazar morre e se vive em pleno regime Marcelista.
Um livro que revela muitíssimo da vida do autor e da sua obra. Mas também pensamentos mais íntimos, histórias e momentos do panorama literário e político da época.
Nas livrarias a 31 de Março

A Paixão Segundo Contança H.
Maria Teresa Horta
DOM QUIXOTE
Quando Henrique H. lhe dá a conhecer a sua traição, a paixão de Constança transfigura-se. Em tempos que se desdobram e sobrepõem, chegam-lhe do passado as queixas de uma trisavó sobre o marido todo-poderoso, ao passo que da infância revive com nitidez os momentos mais dolorosos: o abandono pela mãe, sua primeira paixão, quase seguido da trágica morte da avó, fonte única de afecto e segurança. O desejo de vingança vai-se assim alimentando num clima obsessivo de loucura, sangue e morte. Neste romance de culto, agora reeditado pela Dom Quixote, tudo se dissolve na paixão omnipresente: o assassínio de Adele na praia deserta, vítima inocente do ataque do cão treinado, o suicídio de Henrique e o internamento e prisão de Constança H.
Nas livrarias a 31 de Março

Dona Flor e Seus Dois Maridos
Jorge Amado
DOM QUIXOTE
Dona Flor e Seus Dois Maridos, um dos mais deliciosos e famosos romances de Jorge Amado, é uma insólita história de amor, repleta de humor e de personagens cativantes, passada na Bahia.
Dividida entre os seus dois maridos, dona Flor vai travar uma «espantosa batalha entre o espírito e a matéria».
Nas livrarias a 27 de Março

Sangue na Neve
Jo Nesbo
DOM QUIXOTE
Olav é um assassino contratado, mas tem uma vida solitária e tranquila. Quando o que se faz na vida é matar o próximo, não é fácil fazer amigos, mas sem ninguém a quem se afeiçoar ou prestar contas, os dias também decorrem sem problemas. Só que o quotidiano de Olav complica-se ao conhecer a mulher dos seus sonhos. Apaixonar-se por alguém já é por si só uma situação desafiante, mas há duas outras particularidades que fazem desta mulher um vendaval na sua rotina: é casada com o seu chefe. E este acaba de o contratar para a matar. Como é que Olav irá gerir a situação? Será que vai conseguir enganar um dos mais temíveis criminosos do país?
Este livro, anterior à série Harry Hole, tem já todos os ingredientes que fazem com que Jo Nesbø seja um dos autores nórdicos de policiais mais bem-sucedidos em todo o mundo.
Nas livrarias a 20 de Março

Hoje Diogo Rocha
Diogo Rocha
CASA DAS LETRAS
Um dos novos embaixadores da nova cozinha portuguesa, Diogo Rocha, tira partido dos produtos nacionais, ao sabor do correr das estações, e devolve-lhes a sua nobreza, reinterpretando-os de forma inovadora. Com Mário Ambrózio e a sua equipa, selecionou produtos e receitas; partiu à descoberta da origem desses produtos; revisitou paisagens da sua região e as suas memórias. Hoje Diogo Rocha é mais do que um simples livro de receitas, é um livro de histórias sobre produtos bem portugueses: as azeitonas, o azeite, o queijo da Serra, o requeijão, o arroz, o bacalhau, o vinagre, o cabrito, os percebes, a maçã brava de Esmolfe, o coelho, a lebre, os marmelos, o cherne, a batata, o presunto, as ervas aromáticas e os incontornáveis enchidos.
Nas livrarias a 13 de Março

Comente esta notícia


Ainda não existem comentários para esta notícia.

Voltar

Área de utilizador

Top 10 de vendas

Novidades

Faça o login na sua conta do Portal