loading gif
Loading...

Notícias



Novidades Edições Colibri para Janeiro

10 Jan, 2019

Conheça aqui as novidades literárias das Edições Colibri para o mês de Janeiro.

A Pintura de Giuseppe Trono na Capela do Paço da Bemposta
Giuseppina Raggi e Michela Degortes

Um tesouro escondido no coração de Lisboa: a capela da Bemposta – Academia Militar guarda uma das pinturas mais ricas de significado artístico e político do último quarto do século xviii. Entre ventos revolucionários e reafirmação do poder monárquico, o imponente painel do altar-mor sintetiza as políticas do governo de D. Maria I através de um retrato coletivo de excelente qualidade pictórica. A família real, retratada no seu conjunto com os principais membros do governo mariano, torna-se espelho de fé, bom governo e virtude para os assistidos da nova fundação da Real Casa Pia. Neste grupo de órfãos e mulheres, a arte do retratista Giuseppe Trono (Turim 1739 – Lisboa 1810) carrega-se de força plástica restituindo visualmente a justificação e a finalidade das políticas marianas: a exaltação do culto do Sagrado Coração de Jesus, instituído em 1778 pelo papa Pio VI no reino de Portugal e nos seus vastos domínios ultramarinos. De forma surpreendente e inédita, o livro revela a estreita correlação compositiva e iconográfica entre a pintura da capela da Bemposta e a do altar-mor da basílica da Estrela, pintada em Roma por Pompeo Batoni (Lucca 1708 – Roma 1787). Um tesouro escondido no coração de Lisboa que, agora, é revelado nas suas múltiplas facetas, oferecendo ao leitor e ao visitante o prazer da descoberta e a apreciação da qualidade artística, graças à investigação cuidadosa das duas autoras e ao compromisso do comando da Academia Militar pela fruição pública do  seu acervo patrimonial.

 

Diário Diversificado – Poesia – Considerandos (Tomo III)
João d’Alcor

Decorridos são já vários anos, desde que sou leitor assíduo dos escritos, quer em prosa quer em verso, do autor denominado João d’Alcor e com qual mantive contacto pessoal. Permanece, na minha lembrança, o deleite de quem, na esperança de um amanhecer, neste mesmo autor encontrara a sabedoria de alguém que nos abre as janelas do olhar e nos acompanha, no teor de um passeio auspicioso. O seu conhecimento profundo que tão generosamente partilha, nos leva a sintetizar, com uma assertividade absolutamente magnífica, a complexidade do ser, na diversidade bio-psicoespiritual das próprias dimensões relacionadas com a vida. Nesta série temática, se destaca o encanto Franciscano do Autor, em abraço com a Natureza, no enlevo fascinante de uma Fraternidade poética. [Daniel Martins Henriques]

 

[In]Justiça Global – O Imperativo da Mudança para UM MUNDO MELHOR
Cristóvão Pereira, Maria Glória Fraga

A crise é uma evidência, a crítica é um imperativo e a mudança de paradigma uma exigência. Recai sobre todos nós a obrigação moral de estar atentos às chocantes injustiças que afetam milhões de pessoas, nossos irmãos e titulares dos mesmos direitos humanos que nós. É a obrigação de oposição a um modelo de desenvolvimento que faz aumentar, a cada dia, as desigualdades que destroem a humanidade e o maravilhoso planeta que temporariamente habitamos. Toda a mudança deve incidir, prioritariamente, sobre o que podemos mudar. É a revolução interior e individual que se apresenta como prioritária. Se começarmos por agir sobre nós próprios, tornando-nos melhores, livres das paixões negativas, como desejo de dominar, ganância, consumismo, inveja, ciúme, orgulho, intolerância, medos, dogmatismos, então a nossa intervenção na comunidade será
genuína, autêntica e não hipócrita. É preciso contribuir para a formação das fundações de uma ética global de um “estado civil democrático mundial” por oposição a um “estado militar imperialista e hegemónico mundial”.

Comente esta notícia


Ainda não existem comentários para esta notícia.

Voltar

Área de utilizador

Top 10 de vendas

Novidades

Faça o login na sua conta do Portal