Loading...

Poema e Poesia de Maria Teresa Horta

Mulher
Maria Teresa Horta

Minha senhora de mim

Comigo me desavim 
minha senhora 
de mim 

sem ser dor ou ser cansaço 
nem o corpo que disfarço 

Comigo me desavim 
minha senhora 
de mim 

nunca dizendo comigo 
o amigo nos meus braços 

Comigo me desavim 
minha senhora 
de mim 

recusando o que é desfeito 
no interior do meu peito 

Voltar

Faça o login na sua conta do Portal

Subscreva a Newsletter do Portal da Literatura

e receba os destaques e as novidades no seu e-mail.