loading gif
Loading...

Poema e Poesia de José Gomes Ferreira

Hoje acordei na dispersão cinzenta
dum dia decepado...Com o corpo dividido,
as imagens sem olhos,
os gestos a fugirem-me dos dedos
- e a sombra esquecida no quarto ao lado.


Desatado de mim,
andei todo o dia assim
com os passos nas nuvens,
os pés na terra,
as mãos a estrangularem o nevoeiro,
e os olhos... Ah! os meus olhos onde estão?

(Só há momentos me encontrei por inteiro num charco a evaporar-se do chão...)

Voltar

Área de utilizador

Top 10 de vendas

Novidades

Faça o login na sua conta do Portal