Loading...

Poema e Poesia de Eugénio De Andrade

Amor
Eugénio De Andrade

Respiro o teu corpo

EUGÉNIO DE ANDRADE

em POESIA DE EUGÉNIO DE ANDRADE (Modo de Ler, 2011)

RESPIRO O TEU CORPO

Respiro o teu corpo:
sabe a lua-de-água
ao amanhecer,
sabe a cal molhada,
sabe a luz mordida,
sabe a brisa nua,
ao sangue dos rios,
sabe a rosa louca,
ao cair da noite
sabe a pedra amarga,
sabe à minha boca

Voltar

Faça o login na sua conta do Portal

Subscreva a Newsletter do Portal da Literatura

e receba os destaques e as novidades no seu e-mail.