loading gif
Loading...

Poema e Poesia de José Tolentino Mendonça

Vida
José Tolentino Mendonça

Travessia da infância


Quietos fazemos as grandes viagens
só a alma convive com as paragens
estranhas

lembro-me de uma janela
na Travessa da Infância
onde seguindo o rumor dos autocarros
olhei pela primeira vez
o mundo

não sei se poderás adivinhar
a secreta glória que senti
por esses dias

só mais tarde descobri que
o último apeadeiro de todos
os autocarros
era ainda antes
do mundo

mas isso foi depois
muito depois
repito

Voltar

Área de utilizador

Top 10 de vendas

Novidades

Faça o login na sua conta do Portal