loading gif
Loading...

Nicolau Saião


1946

Biografia

Nicolau Saião é o pseudónimo literário/artístico de Francisco Ludovino Cleto Garção, nascido em Monforte do Alentejo no ano de 1946 e residente em Portalegre desde os três anos. Exerceu as profissões de meteorologista, jornalista e escriturário. Actualmente é o funcionário responsável do Centro de Estudos “José Régio” de Portalegre. Empenhado civicamente antes e depois do “25 de Abril”, teve o seu trajecto condicionado pelo antigo regime. De orientação democrática e libertária, foi também um resistente através da sua escrita e da sua acção, mas sem obrigatoriedade partidária ou de escola literária. Tem colaboração em jornais nacionais (“República”, “Diário de Lisboa”, “O País”, “Sporting”, “Espaço Médico”, etc.) e regionais (“Jornal do Fundão”, “O Distrito de Portalegre”, “A Nossa Terra”, “Jornal de Paços de Brandão”, “Correio Beirão”, “Jornal de Queluz”, “Correio de Elvas”, “Diário do Sul”, “Notícias de Elvas”, “O Zurão”...). Poeta, pintor, publicista e actor/declamador, concebeu, realizou e apresentou o programa radiofónico “Mapa de Viagens” (Rádio Portalegre), que entrou para o ranking dos programas mais ouvidos das rádios regionais, e onde entrevistou personalidades como: José Bento, António Luís Moita, Rui Mário Gonçalves, Fernando Vendrell, José Manuel Anes, Diniz Machado, José do Carmo Francisco, etc. Tem colaborado em revistas e jornais literários e artísticos, tais como “Ler”, “Colóquio-Letras”, “Apeadeiro”, “Sílex”, “Célula Cinzenta”, “A Cidade”, ”Bicicleta/Mandrágora”, “Bíblia”, “Ciclo Cultural”, ”Jornal de Poetas e Trovadores”, ”Callipole”, “Podium”, ”A Xanela”(Betanzos), “Abril em Maio”, “DiVersos” (Bruxelas), “Albatroz” (Paris), “Artes & Artes”, “Mele”(Honolulu), “Ave Azul” , “Espacio/Espaço Escrito”(Badajoz), etc. Como pintor participou em mostras de Arte Postal em diversos países (Espanha, França, Itália, Polónia, Canadá, Estados Unidos, Austrália, Mali, etc.), além de ter exposto individual e colectivamente em diversas localidades. Organizou, com Mário Cesariny e Carlos Martins, a exposição “O Fantástico e o Maravilhoso”, tendo traduzido diversos autores incluídos no livro-catálogo; e, com João Garção, a mostra de mail-art “O futebol”. Está representado em diversas antologias (“Palavras - Sete poetas portugueses contemporâneos”, “Poetas alentejanos do século vinte”, “O desporto na poesia portuguesa”, “O trabalho”, “Poemabril”, “Homenagem a Torga”, “Poemas para Lorca”, “Millenium”, “Série Poeta”, “Poetas e Escritores da Serra de S. Mamede”...). Em 1992 a Associação Portuguesa de Escritores atribuiu o prémio Revelação/Poesia ao seu livro “Os objectos inquietantes”(Editorial Caminho).



Livros escritos por Nicolau Saião





Comentários


Ainda não existem comentários para este questionário.

Voltar

Área de utilizador

Top 10 de vendas

Novidades

Faça o login na sua conta do Portal