loading gif
Loading...

Sinopse

Na noite de 28 de Outubro de 1977, em plena Guerra Fria, 818 crianças angolanas embarcaram num navio soviético no porto de Luanda, em Angola, com destino a Cuba, numa travessia do Atlântico que durou 20 dias. Aqueles meninos e meninas dos 11 aos 16 anos tiveram a oportunidade de prosseguir os estudos na Ilha dos Mil Nomes, rebaptizada Isla de la Juventud em 1978.
Esses primeiros estudantes e os que foram chegando depois, já de avião, viveram uma verdadeira odisseia. Alguns dos momentos de adaptação às inesperadas condições de vida, estudo e trabalho naquela ilha são retratados neste emocionante romance histórico, que é também uma homenagem a todos os caimaneros: os jovens angolanos que se dispuseram a servir a pátria desde cedo, partindo para Cuba com o sonho e a esperança de poder um dia contribuir para o desenvolvimento do seu país, tornado independente a 11 de Novembro de 1975.

Extras

«[…] este é um romance histórico e documental que nos surpreende pela maneira realista como os episódios revisitados podem ajudar-nos a compreender o que, depois, aconteceu nos países, nas sociedades, aos indivíduos e aos seus ideais, num mundo onde a roda da história seguiu por derroteiros imprevistos.»
in «Prefácio», Adriano Mixinge

Comentários


Ainda não existem comentários para este livro.

Favoritos

Luis Marcelino adicionou aos favoritos

Voltar

Faça o login na sua conta do Portal