loading gif
Loading...

A Outra Metade

Brit Bennett

2021 Alfaguara

Sinopse

«Em Mallard ninguém se casava com gente escura. E também ninguém se ia embora.» As gémeas Stella e Desiree Vignes, tão idênticas de feições quanto diferentes de feitio, nasceram para contrariar a profecia. Geração após geração, a comunidade negra desta pequena localidade, no Estado sulista de Luisiana, esforça-se por aclarar o tom da sua pele, favorecendo os casamentos mistos. Desiree e Stella são disso um bom exemplo, com a sua pele «cor de areia húmida», olhos castanho-avelã e cabelo ondulado. Mas a aparência não basta para as livrar do estigma, e acabam por assistir à morte violenta do pai, à humilhação da mãe depois disso. Aos dezasseis anos, escolhem fugir juntas da terra sufocante. Pretendem escapar ao seu sangue e libertar o seu futuro. Mas a fuga para Nova Orleães acaba por ditar o afastamento das irmãs, até então inseparáveis. Catorze anos mais tarde, Desiree volta à casa materrna, arrastando pelas ruas poeirentas da terra uma filha de pele «negra como o alcatrão», que atrai todos os olhares do lugarejo retrógrado. Stella, por seu lado, tem a vida construída numa mentira: vive na Califórnia, faz-se passar por branca, e o marido nada sabe do seu passado. Apesar de tantos quilómetros e tantas mentiras a separá-las, os destinos das gémeas estão inevitavelmente entrelaçados. E voltarão a cruzarse, porque é impossível renegar a metade que nos pertence.

Extras

«Um importante contributo literário sobre o mais vital dos temas: a identidade. "A outra metade" é o romance do ano.» Time

«Um dos 10 melhores livros do ano.» The New York Times

«Uma saga familiar intergeracional, que aborda temas pert inentes sobre a ident idade, a raça e a intolerância, e expressa os efei tos corrosivos dos segredos e das ment iras.» NPR

«O magnífico segundo romance de Bennet t — uma reflexão ambiciosa sobre a raça e a ident idade — sonda os dest inos divergentes de duas gémeas, nascidas no Sul racista, depois de uma delas decidir fazer-se passar por branca. Bennet t consegue equilibrar as exigências li terárias de uma caracterização dinâmica com as realidades históricas e sociais do tema em questão.» The New York Times

«Reinventar-se ou desaparecer são duas faces da mesma moeda. Bennet t convida-nos a considerar o significado da autent icidade quando enfrentamos a discriminação por raça, cor de pele, género ou orientação sexual. Que preço pagamos por sermos como somos? Quantos de nós decidimos fugir ao que esperam de nós? E o que acontece ao outro lado da equação, a parte que deixamos para trás? A outra metade explora todas estas questões numa sofist icada história de amor, sobrevivência e realização.» The Washington Post

Comentários


Ainda não existem comentários para este livro.

Voltar

Área de utilizador

Top 10 de vendas

Novidades

Faça o login na sua conta do Portal