loading gif
Loading...

Sinopse

Em 1992, com a queda da União Soviética, a Estónia consegue por fim saborear a liberdade e projectar o futuro. Todos migram para a capital, ninguém quer viver no campo. Aí ficam apenas os velhos, alguns bêbados e bandos de rapazes desordeiros. Aliide Truu, senhora idosa, vive alheada do mundo na sua casa, numa aldeia despovoada, entretendo-se a ouvir rádio e a preparar conservas de fruta. Esta vida pacata é interrompida pela chegada de Zara, uma jovem mulher que precisa de ajuda e que desfia um novelo de mentiras sobre si.
Abrigadas uma na outra, Aliide e Zara vão confrontar um passado nebuloso — amores, traições, vinganças —, descobrindo assim os inesperados laços que as unem. Elas são o rosto das gerações de mulheres que viveram sob o jugo da ocupação soviética nos países bálticos. A sua história, contada neste romance magistral, é também a história da sociedade europeia das últimas décadas.

Extras

Escrito originalmente como peça de teatro e levado à cena em cerca de quinze países, o romance A purga catapultou a escritora para o grande palco da literatura europeia e foi distinguido com dezenas de importantes prémios literários, entre os quais o Prémio Femina, o Prémio Europeu de Melhor Romance e o Prémio de Literatura do Conselho Nórdico. Em 2019, Sofi Oksanen foi condecorada com a medalha de honra da Ordem das Artes e Letras, em França.

«Um feito de bravura, profundamente ligado a um momento histórico, tratando com empatia as difíceis escolhas de um povo oprimido. […] Um livro do nosso tempo, que mostra que, em épocas de combates virulentos, a literatura ocupa um lugar importante, não para julgar, mas para nos abrir a janela da compreensão. A partir de um material altamente sensível, Oksanen compôs uma obra de arte impressionante.»  The New Republic

Comentários


Ainda não existem comentários para este livro.

Voltar

Faça o login na sua conta do Portal