loading gif
Loading...

Espião na Primeira Pessoa



Sinopse

Espião na Primeira Pessoa é, num primeiro plano, a observação pelo narrador de um homem de idade, um vizinho do outro lado da rua. O velho enigmático que observa será, afinal, ele próprio, num tempo perto do fim - e que desse presente aprisionado parte em digressões pela memória, mas também pelo espaço e pelo tempo remanescentes.

O registo não é realista - é por vezes surreal -, o fluxo da consciência corre livre e anarquicamente, e a identidade é móvel ou constantemente transmutável (o narrador é quem vê, mas também é o outro, o objeto do escrutínio). Mesmo assim, o resultado é muito lúcido: o homem que olha de perto os passos (ainda que mentais), as sensações e reflexões que antecedem o fim do seu caminho.

Sam Shepard trabalhou neste livro até poucos dias antes da sua morte, em julho de 2017, provocada por uma esclerose lateral amiotrófica. Já perto do fim, ditava com esforço e as suas duas irmãs transcreviam. O trabalho final de edição e revisão do livro foi feito com a ajuda de Patti Smith, antiga amante e amiga de mais de 40 anos.

Comentários


A mostrar os últimos 20 comentários:

Maria Areal , 20/09/2018 10:54

Nunca li nada deste autor.
Tenho que o fazer

0 0

Avaliações

Cândida Ribeiro avaliou com .

Voltar

Faça o login na sua conta do Portal