loading gif
Loading...

Poema e Poesia de Camilo Pessanha

Amor
Camilo Pessanha

Se Andava no Jardim

Se andava no jardim 
Que cheiro de jasmim! 
Tão branca do luar! 
.................................. 
.................................. 
.................................. 
Eis tenho-a junto a mim. 
Vencida, é minha, enfim, 
Após tanto a sonhar... 
Porque entristeço assim?... 
Não era ela, mas sim. 
(O que eu quis abraçar), 
A hora do jardim... 
O aroma de jasmim... 
A onda do luar... 

Camilo Pessanha, in 'Clepsidra'

Voltar

Faça o login na sua conta do Portal