loading gif
Loading...

Poema e Poesia de Mia Couto

Amor
Mia Couto

Palavra que desnudo

Palavra que desnudo

Entre a asa e o voo
nos trocámos
como a doçura e o fruto
nos unimos
num mesmo corpo de cinza
nos consumimos
e por isso
quando te recordo
percorro a imperceptível
fronteira do meu corpo
e sangro
nos teus flancos doloridos
Tu és o encoberto lado
da palavra que desnudo

Voltar

Área de utilizador

Top 10 de vendas

Novidades

Faça o login na sua conta do Portal