loading gif
Loading...

Poema e Poesia de António Osório

Amando 
fazemos juntos 
o presépio, 
com musgo, pinhas, 
ervilhaca. 

E ovelhas 
procurando 
pelos lábios 
o campo 
um do outro. 

E pão, mel, 
courelas 
que renascem 
da geada, 
semoventes. 

E o mesmo 
hálito, calor 
de dois animais, 
nosso fazemos 
aquele Filho. 

António Osório, in 'O Lugar do Amor'

Voltar

Área de utilizador

Top 10 de vendas

Novidades

Faça o login na sua conta do Portal