loading gif
Loading...

José Agostinho Baptista


1948

Biografia

José Agostinho Baptista nasceu a 15 de Agosto de 1948 na cidade do Funchal, Ilha da Madeira.
Foi colaborador na imprensa, nomeadamente no Comércio do Funchal e mais tarde no República e no Diário de Lisboa, cujo suplemento &ldquoO Juvenil&rdquo o tornou conhecido como poeta.
Desde então e ao longo dos livros já publicados, a sua poesia vem sendo reconhecida como uma das mais originais e importantes na actualidade, como bem assinalaram os textos que lhe foram dedicados em Portugal, Espanha, Itália e França.
Simultaneamente, José Agostinho Baptista tem vindo a assinar diversas traduções de autores como Walt Whitman, W.B. Yeats, Tennessee Williams, Paul Bowles, Enrique Vila-Matas, Rabindranath Tagore, Robert Louis Stevenson, Malcolm Lowry, David Malouf, Sergio Pitol, Oliverio Macías Álvarez, entre outros.
Foi condecorado pelo Presidente da República com as insígnias de Grande-Oficial da Ordem do Infante D. Henrique, 1 de Julho de 2001.
Foi distinguido em 2004 com o Prémio Pen Clube Português de Poesia e Grande Prémio de Poesia APE, com a obra &lsquoEsta Voz é quase o Vento&rsquo.
Foi condecorado pelo Presidente do Governo Regional da Madeira, Miguel Albuquerque, com a Medalha de Distinção, 1 de Julho de 2015.



Livros escritos por José Agostinho Baptista





Informações adicionais

Bibliografia completa:

Deste lado Onde, Assírio & Alvim, (1976).
Jeremias o Louco, Centelha, (1978).
O Último Romântico, Assírio & Alvim, (1981).
Morrer no Sul, Assírio & Alvim, (1983).
Auto-retrato, Assírio & Alvim, (1986).
O Centro do Universo, Assírio & Alvim, (1989).
Paixão e Cinzas, Assírio & Alvim, (1992).
Canções da Terra Distante, Assírio & Alvim, (1994).
Debaixo do Azul Sobre o Vulcão, Edição de autor, (1995).
Agora e na Hora da Nossa Morte, Assírio & Alvim, (1998).
Biografia, Assírio & Alvim, (2000).
Ahora y en la Hora de Nuestra Muerte, Olifante, Zaragoza, (2001).
Afectos, Assírio & Alvim, (2002).
Anjos Caídos, Assírio & Alvim, (2003).
Esta Voz é Quase o Vento, Assírio & Alvim, (2004).
Quatro Luas, Assírio & Alvim, (2006).
Além-Mar, áudio-livro, Assírio & Alvim, (2007).
Filho Pródigo, Assírio & Alvim, (2008).
Esta Voz es casi Viento, Baile del Sol, Tenerife, (2009).
O Pai, a Mãe e o Silêncio dos Irmãos, Assírio & Alvim, (2009).
Caminharei pelo Vale da Sombra, Assírio & Alvim, (2011).
Assim na Terra como no Céu, Edição de autor, (2014).

Comentários


A mostrar os últimos 20 comentários:

, 2018-05-23 17:07:21

A obra poética mais bela, mais coerente, da poesia portuguesa desde 1976, ano em que começou a publicar.
O "Último Romântico", título de um dos seus livros, faz jus ao Poeta e à sua Poesia.
É uma enorme perda para a poesia contemporânea se o Autor continuar a remeter-se ao silêncio, como tem feito desde 2014, ano em que publicou esse extraordinário livro de luto e saudade que é "Assim na Terra como no Céu".

Voltar

Área de utilizador

Top 10 de vendas

Novidades

Faça o login na sua conta do Portal