loading gif
Loading...

Raízes - João Pedro Martins


Excerto do livro «Quando Os Dias Se Fizerem Frios»

2021-03-10 10:10:03

“Felizmente, há poetas. E músicas que aproximam de nós o infinito, um infinito carregado de mistérios, coisas ocultas, coisas por desvendar, no qual se pressentem gemidos inquietantes, constelações de acordeões palpitantes em Paris.
E a boca sabe a cigarros há muito fumados e a beijos que nunca foram dados. E a imaginação arrasta a ruas tortuosas de bairros estranhos e sombrios e é então que se bebe aquela luz das sombras projectadas sobre as pedras amolgadas onde a fantasia conduz.
Mas estes infinitos deslumbrados de promessas e visões não passam de quimeras, ilusões, dos nervos esgotados.”

Excerto do livro «Quando Os Dias Se Fizerem Frios»

Comentários


Ainda não existem comentários para este questionário.

Mais raízes

Voltar

Faça o login na sua conta do Portal