loading gif
Loading...

Notícias



Novidades Leya para Julho

03 Jul, 2018

Novidades editoriais da Leya para o mês de Julho, entre elas, A Inglesa e o Marialva, de Clara Macedo Cabral (CASA DAS LETRAS), O Samurai, de Shusaku Endo (DOM QUIXOTE) e A Revoada, de Gabriel García Márquez (DOM QUIXOTE).

A Inglesa e o Marialva
Clara Macedo Cabral
CASA DAS LETRAS
Esta é a história verídica de uma inglesa apaixonada por cavalos que chegou a Portugal nos anos sessenta com o sonho de aprender a tourear. Determinada, aventureira e apoiada por famílias portuguesas importantes, Ginnie Dennistoun – que escolheria o nome artístico Virginia Montsol – não só venceu todas as barreiras como se tornou uma pequena celebridade no mundo fechado, elitista e masculino dos toiros, arrebatando o público com a sua elegância e beleza.
Na Chamusca do Ribatejo, onde passou a residir, Ginnie viveu em segredo um grande romance com o toureiro que fora seu mestre. Mas como se sentiria esta rapariga de vinte e poucos anos, alternando entre a Inglaterra dos Swinging Sixties, da emancipação da mulher, dos Beatles, da construção de uma sociedade mais igualitária, e o Portugal salazarista, pobre e marialva, onde as mulheres deviam ser obedientes e discretas e a sua relação com um homem mais velho era um escândalo?
Nas livrarias a 10 de Julho

O Samurai
Shusaku Endo
DOM QUIXOTE
- Tradução de José-Pedro Gonçalves
O Samurai, sem dúvida um dos melhores trabalhos de Shusaku Endo, combina admiravelmente factos históricos com a imaginação do romancista. Ambientado no período que antecede as perseguições cristãs no Japão, traça os passos de alguns dos primeiros japoneses a pisar solo europeu.
Hasekura Rokuemon, um guerreiro de baixa patente, é escolhido como um dos emissários do Japão enviados ao vice-rei do México e ao papa Paulo V. Os quatro samurais partem em 1613, acompanhados por Velasco, um ambicioso missionário franciscano, que espera negociar privilégios comerciais com o Ocidente em troca da autorização de os missionários europeus pregarem o cristianismo no Japão, e do direito de ser ele a liderá-los.
A árdua jornada dura quatro anos, em que os japoneses viajam do México para Espanha, e depois para Roma, onde são convencidos de que o sucesso da sua missão depende da sua conversão – honesta ou não – ao cristianismo.
Nas livrarias a 17 de Julho

A Revoada
Gabriel García Márquez
DOM QUIXOTE
- Tradução de António Gonçalves
A Revoada (1955) é o primeiro romance de Gabriel García Márquez e a obra onde nasce Macondo, a mágica povoação que, alguns anos depois, se converteu num dos grandes mitos da literatura universal.
Esta é a história de um enterro impossível, o enterro de um homem, um misterioso e odiado médico, que a povoação quer deixar insepulto.
E é também a história de um velho coronel na reforma que, para cumprir uma promessa, se empenha em enterrá-lo, apesar da oposição de todo o povoado e das suas autoridades. Como numa tragédia grega, o velho coronel, com a ajuda da filha e do neto, tentará cumprir a funesta tarefa.
Através dos pensamentos destas três personagens é construída a narrativa, composta pela descrição dos preparativos para o enterro e por recordações de um quarto de século da história de Macondo, de 1905 a 1928, e do ódio nela acumulado.
4.ª Edição.
Nas livrarias a 24 de Julho

Comente esta notícia


Ainda não existem comentários para esta notícia.

Voltar

Área de utilizador

Top 10 de vendas

Novidades

Faça o login na sua conta do Portal