loading gif
Loading...

Notícias



Novidades editoriais da rentrée do Grupo BertrandCírculo

05 Set, 2019

Jeffrey Archer, Frederick Forsyth, Francisco Louçã, Maria João Fialho Gouveia, Bill Bryson, Rita Nascimento, Gabriela Oliveira, Augusto Cury, Sri Prem Baba, Andrew S. Curran, Jared Diamond, John Barton, Normand Baillargeon, Gérard Denizeau, José Eduardo Agualusa e Mia Couto, Álvaro Laborinho Lúcio, Pablo d´Ors, Jung Chang e Lawrence Ferlinghetti, Paulo José Miranda e Júlio Machado Vaz são apenas alguns dos autores publicados até ao final do ano.

Bertrand Editora
A área de ficção da Bertrand abre a rentrée com a publicação de A Raposa, um thriller provocador e atual de Frederick Forsyth. Uma corrida contra o tempo para descobrir, capturar e proteger um jovem hacker, que tem a capacidade de mudar o equilíbrio mundial através da espionagem tecnológica. Setembro ficará também marcado pela literatura portuguesa, com a publicação de livros de duas autoras: Dona Filipa e D. João I – Unidos pelo Amor e pelo Reino é o novo romance histórico de Maria João Fialho Gouveia, que conta a história de como o filho ilegítimo de um rei e da neta do rei de Inglaterra mudaram o país, caminhado lado a lado durante 28 anos; e Lisboa, Chão Sagrado, o romance estreia de Ana Bárbara Pedrosa na Bertrand: arrojado, visceral e brutalmente honesto, este livro coloca a autora como uma das novas vozes da ficção portuguesa.
Em outubro chega uma nova edição de um dos livros mais marcantes da carreira de Jeffrey Archer: Kane e Abel, «um clássico da Literatura Moderna», como descreve o jornal Times. Um drama intenso sobre a história de dois homens muito diferentes, pertencentes a duas classes sociais diferentes, que travarão uma luta desmedida ao longo das suas vidas.
Belas Adormecidas assinala o regresso de Stephen King, numa obra escrita com o seu filho Owen King e que chega às livrarias portuguesas em novembro. Um livro brilhante e particularmente relevante nos nossos tempos.
As Classes Médias em Portugal, de João Teixeira Lopes, Francisco Louçã e Lígia Ferro, é a grande novidade da área de não ficção da Bertrand. Neste livro, os autores tentam conhecer a ampla definição do que é a classe média portuguesa a partir de estatísticas, relatos biográficos e da sua análise sociológica.
Em outubro, será publicado Cozinha Descomplicada, da Larousse, um livro que ajuda a cozinhar sem conversa e sem complicações. E, depois do sucesso internacional de Mortina, chega a nova aventura da menina morta-viva que os fará morrer a rir. Mortina e o Primo Odioso é o regresso de Barbara Cantini e é uma das novidades mais esperadas da área infanto-juvenil da Bertrand Editora.
Para preparar o final de ano, Bill Bryson aposta numa biografia “não autorizada” deste invólucro mortal que ocupamos. O  seu novo livro, O Corpo. Um Guia para Ocupantes, chega em novembro e é uma extraordinária investigação do corpo  humano, de como funciona e do que se passa no seu interior.  
Entre a rentrée e o final do ano, a Bertrand Editora publicará ainda os seguintes livros de ficção: Memórias Esquecidas, de  Jodi Picoult; O Mistério da Minha Irmã, de Tracy Buchanan; O Manuscrito de Malta, de Steve Berry; O Mestre Espião, de  Brad Thor; A Grande Caçada (A Roda do Tempo II), de Robert Jordan; De Olhos Postos em Ti, de Mary Higgins Clark; A  Carga Mental e Outras Desigualdades Invisíveis, de Emma; Uma Vida Perfeita, de Danielle Steel; O Poder da Justiça, de  John Grisham; Coma, de Robin Cook; e O Segredo do Inquisidor, de James Rollins. Na não ficção, os leitores contarão com  Educar Pela Positiva, de Nuno Pinto Martins; Humildade Gloriosa, de Aquilino Ribeiro; O Atlas Dourado, de Edward  Brooke-Hitching; Pessoas, Poder e Lucro, de Joseph Stiglitz. Para os mais novos, sairão Os Irmãos Hardy – Em Busca do  Ouro Escondido, de Franklin W. Dixon; O Pedaço que Falta, de Shel Silverstein; e três livros táteis: Ão! Ão!; Bip! Bip!; e  Cucu!

 

11x17
A 11x17, a coleção de livros mais bem-sucedida em Portugal, disponibilizará vários títulos de grandes autores de reconhecimento internacional: em setembro, serão publicados Sensibilidade e Bom Senso, de Jane Austen; e Vender é Humano, de Daniel Pink; em outubro, chegarão às livrarias Maturidade, de Osho; A Sexta Extinção, de James Rollins; e E a Música Continua; de Mary Higgins Clark; e, em novembro, Sr. Mercedes, de Stephen King; e Cuidado com o que Desejas, de Jeffrey Archer.

 

Pergaminho
A Pergaminho abre a rentrée literária com o lançamento de SOS Memória, bestseller internacional de Daniel G. Amen que revela o que pode e deve ser feito para combater a perda de memória. Especialista em saúde cerebral, o autor revela uma estratégia que inclui exercícios físicos e mentais, bem como mudanças alimentares, que permitirão otimizar a memória e prevenir o declínio cognitivo. Em outubro, será publicado Happy Money, o livro que revela a arte japonesa de ter dinheiro e felicidade. O autor Ken Honda desafia o leitor a criar uma relação feliz com o seu dinheiro, mostrando como combater o stresse, o medo e a frustração que, se mal gerido, o dinheiro pode trazer. Até ao final do ano serão publicados ainda os seguintes livros: Conheça os Seu Chacras, de Georgia Coleridge; Nunca é o Fim, de Alex B. Raco; O Funcionamento da Mente, de Augusto Cury; Há uma Presença Nesta Casa, de Patricia Darré; Caldos, Preparados e Canjas, de Louise L. Hay e Heather Dane; A Sabedoria Secreta da Natureza, de Peter Wohlleben; e Amar e Ser Livre, de Sri Prem Baba.

 

Arteplural
A Arteplural inicia setembro com a agenda que Paulo Coelho preparou para o ano de 2020. Segredos 2020 compila algumas das melhores frases do autor ao longo de páginas alegres, numa calendarização semanal inspiradora. No mês seguinte, chega às livrarias o quarto livro de uma das autoras mais acarinhadas dos leitores portugueses: Um Bolo por Semana, de Rita  Nascimento, é a ode da autora aos momentos de convívio e partilha entre amigos e família. São 52 as receitas que a chef de  pastelaria e criadora de La Dolce Rita sugere no seu novo livro, bolos para todos os gostos que ajudarão a criar doces  memórias. E, nesse mês, os seguidores da autora de cozinha vegetariana mais vendida em Portugal poderão deliciar-se com  novas receitas. Gabriela Oliveira demonstra em Cozinha Vegetariana Rápida e Prática o quão simples e saudável a cozinha  100% vegetal pode realmente ser. Através de mais de 100 receitas inéditas, a autora apresenta soluções para snacks, para as  «marmitas da semana» ou para um jantar rápido.
Entre setembro e dezembro serão também publicados Hoje Há Festa, de Julliete Lalbartry; Analgésicos Naturais, de Yann  Rougier e Marie Borrel; Beauty Food, de Maria Ahlgren; e Tudo Se Aproveita, de Katie Elzer-Peters.

 

GestãoPlus
No último trimestre do ano, em outubro, a GestãoPlus apresenta o livro A Técnica Pomodoro, de Francesco Cirillo, um guia  que apresenta um sistema simples, desenvolvido pelo autor, para fazer mais em menos tempo. Com o intuito de acabar  com a exaustão, gerir as distrações e equilibrar melhor a vida, este método adaptável mostra como é possível fazer o  tempo agir a nosso favor.

 

Temas e Debates
A Temas e Debates estreia-se na rentrée 2019 com um retrato exuberante de Diderot, o filósofo profeta que ajudou a  construir os alicerces do mundo moderno. Diderot e a Arte de Pensar Livremente, de Andrew S. Curran, é uma biografia  com uma narrativa apaixonante, onde são descritos, de forma vívida, o relacionamento tormentoso de Diderot com  Rousseau, a sua curiosa correspondência com Voltaire, as suas paixões amorosas e as suas opiniões sobre a arte, o teatro, a  moral, a política e a religião.
Em outubro, chega às livrarias portuguesas Como se Renovam as Nações, de Jared Diamond, um livro que pretende  mostrar que «existe um caminho para atravessar a crise e que podemos escolhê-lo». Nesta obra são revelados os fatores  que influenciam a maneira como tanto as nações como os indivíduos reagem aos grandes desafios.
Em novembro, a Temas e Debates traz-nos dois títulos que já piscam o olho ao Natal: À Mesa com os Filósofos, de  Normand Baillargeon, e Uma História da Bíblia, de John Barton. O primeiro é dedicado às inúmeras ligações entre a  comida e a filosofia. É que, para pensar a alimentação, mobilizamos um grande número de disciplinas filosóficas como a  ética, a estética, a epistemologia ou a política. O segundo título é sobre o Livro e as suas fés. O autor decifra o processo  pelo qual alguns dos textos, considerados sagrados, se tornaram canónicos e foram incluídos na Bíblia, ao contrário de  outros.
Até ao final de 2019, a Temas e Debates publicará ainda A Ditadura da Felicidade, de Edgar Cabanas e Eva Illouz; Últimas  Notícias do Sapiens, de Silvana Condemi e François Savatier; Amar o Mundo, de Mingyur Rinpoche e Helen Tworkov; A  Bíblia dos Segredos das Avós, de Martina Krčmár; A Escrita da História, de José Mattoso; e Histórias do Meu Tempo – Uma Antologia, de Camilo Castelo Branco.

 

Círculo de Leitores
O Círculo de Leitores inicia setembro com A Mitologia Explicada pela Pintura, de Gérard Denizeau. Os mitos, os heróis e as  lendas têm sido fonte de inspiração de artistas, em particular no domínio da pintura. Numa edição com o selo de qualidade  Larousse, esta obra leva-nos numa visita guiada por uma seleção de meia centena de obras de artistas como Goya, Ingres,  Klimt, Botticelli, Turner, Moreau, Zurbarán ou Watteau, ajudando a decifrar os significados, as causas e os efeitos de  momentos-chave da mitologia greco-romana. Em novembro, estará disponível Heróis e Lendas Explicados pela Pintura, do  mesmo autor. Nesta obra descobrem-se os heróis lendários através das grandes obras-primas. Trata-se de uma seleção de  cinquenta obras de arte – cujo conteúdo é contextualizado e decifrado – que transporta os leitores numa longa viagem no  rasto dos heróis lendários: da Europa céltica, nórdica e greco-romana às Escrituras sagradas, das imensidões da Ásia às da África, das parábolas ameríndias aos mitos aborígenes.

 

Quetzal Editores
Escrito a quatro mãos, entre dois dos maiores autores de língua portuguesa, chega O Terrorista Elegante, o livro que marca  a estreia da Quetzal na rentrée de 2019. Nesta dança a dois, José Eduardo Agualusa e Mia Couto trazem três novelas curtas,  cheias de humor e suspense. Setembro traz ainda O Beco da Liberdade, o novo romance de Álvaro Laborinho Lúcio, em  torno do caso de um homicídio perpetrado e punido há cinquenta anos numa pacata vila do Norte Interior: a conversa  entre o juiz e um jornalista que acompanhou o processo levá-los-á ao mais profundo da condição humana. Também em  setembro, nova edição de Testamento de VGM, de Vasco Graça Moura.
Em outubro, de Espanha surge O Amigo do Deserto, um livro sobre o silêncio e a contemplação e a busca do absoluto. De  Pablo d’Ors, a história de Pavel insere-se na tradição do famosíssimo Siddharta, de Hermann Hesse, ou de Os Olhos do  Irmão Eterno, de Stefan Zweig. O autor estará em Portugal entre 28 e 31 de outubro para a promoção do seu livro. Ainda  neste mês, Uma Beleza Que Nos Pertence (Aforismos), de José Tolentino Mendonça; e O Apelo da Tribo, uma autobiografia intelectual de Mario Vargas Llosa.
Em novembro, a Quetzal publica o segundo tomo do IV volume da Bíblia, tradução de Frederico Lourenço. Destacam-se As Irmãs Soong: A Mais Velha, a Mais Nova, a Vermelha – livro de Jung Chang, que conta a história de três mulheres influentes do século XX chinês – uma história de amor, guerra, exílio, intriga, glamour e traição; e O Rapazinho, de Lawrence Ferlinghetti: no ano do seu centenário de Ferlinghetti, o testemunho e o testamento literário do maior poeta da Geração Beat; e ainda uma nova edição de O Papagaio de Flaubert, de Julian Barnes.

 

Contraponto
No último trimestre do ano, a Contraponto entra no mundo da maternidade com um livro original e pertinente. Trazer ao Mundo, da jornalista Rita Silva Freire, inclui histórias reais e informações úteis sobre os vários tipos de partos, colmatando uma lacuna de mercado. Ainda em setembro, será publicado o segundo título da coleção de Biografias de Grandes Figuras da Cultura Portuguesa Contemporânea: A Morte Não É Prioritária – Biografia de Manoel de Oliveira, da autoria de Paulo José Miranda. O premiado autor, vencedor, entre outros, do Prémio José Saramago, mergulha na vida e no génio do realizador, procurando compreender os filmes que este fez à luz das revoluções que ia produzindo em diferentes épocas. Em outubro, chega às livrarias A Realidade não é o Que Parece, do físico Carlo Rovelli, traduzido em mais de 40 países, o cientista a quem chamam o novo Stephen Hawking, um livro fascinante, com prefácio de Afonso Cruz, que permite perceber de que forma a ideia de realidade evoluiu ao longo do tempo. Killers, da jornalista espanhola Virginia López, há vários anos radicada em Portugal, ex-correspondente de meios como El Mundo ou Cadena Ser, entra no universo dos assassinos em série e é um livro de cortar a respiração, no qual a realidade mais terrível supera a melhor ficção. A autora junta onze biografias terríveis de assassinos em série… incluindo um português.  
Depois do sucesso editorial de O Amor É, escrito em conjunto com Inês Meneses, chega-nos em novembro, de Júlio Machado Vaz, À Escuta dos Amantes. Um livro em que um dos mais prestigiados e acarinhados especialistas portugueses na área dos relacionamentos amorosos revê os seus quarenta anos de prática clínica, à escuta de histórias de dilemas e desesperos, paixões e reencontros – quarenta anos à escuta dos amantes. Quem também move paixões é o futebol e Luís Freitas Lobo, um dos grandes experts na matéria, lança pela Contraponto o livro O Futebol Com Que Eu Sonhei. Não é um livro para alimentar debates preocupados com tudo menos com o jogo, é antes uma obra indispensável para quem ama verdadeiramente o futebol, para todos os que trabalham, vivem ou sentem o jogo.

Comente esta notícia


Ainda não existem comentários para esta notícia.

Voltar

Faça o login na sua conta do Portal