loading gif
Loading...

Sinopse

O corpo de Frank Bellamy, o director de Tecnologia da CIA, é descoberto no CERN, em Genebra, na altura em que os cientistas procuram o bosão de Higgs, também conhecido por Particula de Deus. Entre os dedos da víctima é encontrada uma mensagem incriminatória.
A mensagem torna Tomás Noronha o principal suspeito do homicídio. Depressa o historiador português se vê na mira da CIA, que lança assassinos no seu encalço, e percebe que, se quiser sobreviver, terá de deslindar o crime e provar a sua inocência. Ou morrer a tentar.Começa assim uma busca que o conduzirá às mais surpreendentes descobertas científicas alguma vez feitas. Será que a alma existe? O que acontece quando morremos? O que é a realidade?

Com esta empolgante aventura que arrasta o leitor para o perturbador mundo da consciência e da natureza mais profunda do real, José Rodrigues dos Santos volta a afirmar-se como o grande mestre do mistério. Apesar de uma obra de ficção, "A Chave de Salomão" usa informação científica genuína para desvendar as espantosas ligações entre a mente, a matéria e o enigma da existência.   

Extras

«Melhor do que Dan Brown.» Tros Nieuwsshow, Holanda  

Excerto:«A notícia deixou Tomás estupefacto, sem reacção, os olhos vidrados, a boca entreaberta. Já perdera o pai e sabia que um dia perderia a mãe, mas esperava que a coisa levasse mais tempo, fosse mais lenta, que os dias não passassem tão rápido, que o inevitável fosse infinitamente adiado, que a orfandade não o deixasse tão só tão depressa."Ela...", balbuciou Tomás, tentando dizer a palavra terrível mas recusando-se a pronunciá-la, só a ideia da morte constituía uma punhalada que lhe era cravada no coração. "Ela..."Ouviu um suspiro resignado do outro lado."Está em coma e sobra-lhe pouco tempo."»

Comentários


A mostrar os últimos 20 comentários:

Marcos Jansen , 20/03/2021 17:06

Lido em 26/12/2015.
Um diretor da CIA e especialista em mecânica quântica, ao morrer, aparentemente assassinado, deixa uma mensagem que é entendida por outro Diretor e rival como sendo a pista para seu assassino, um professor e historiador português. As coisas vão acontecendo, intrigas, viagens e o professor vai nos dando uma aula sobre física quântica e defendendo que as coisas acontecem simultaneamente em vários ambientes. Não existe a continuidade. Uma torre só existe se for pensada, falada. Uma loucura mas que faz sentido. Na introdução o autor explica que tudo o que é tratado no livro tem suporte na ciência. Genial o livros, além de ter um enredo emocionante.

0 0

Avaliações

Marcos Jansen avaliou com .
Paulo Roldão avaliou com .
Antonio Capela avaliou com .
Goncas Calvo avaliou com .
Susana Silva avaliou com .
Carmo Abreu avaliou com .

Favoritos

Antonio Capela adicionou aos favoritos
Goncas Calvo adicionou aos favoritos
Pedro Pinto adicionou aos favoritos
Luis Costa adicionou aos favoritos

Voltar

Área de utilizador

Top 10 de vendas

Novidades

Faça o login na sua conta do Portal