loading gif
Loading...

Antídotos



Sinopse

Esta obra constitui o segundo volume de uma quadrilogia dedicada à poesia escrita pelo autor entre 1972 a 2017, arrumada de acordo com a visão actual que tem do seu trabalho literário.
Este livro, a ter uma epígrafe, seria o verso final do soneto Elevação de Antero de Quental: “E aspiro unicamente à liberdade”.

Comentários


A mostrar os últimos 20 comentários:

Isabel Pascoal , 09/06/2018 14:47

Pendular, o poeta oscila entre a luz e a sombra. Ao veneno dos dias, contrapõe o antídoto dos versos. Palavra cantabile.

0 0

Avaliações

Isabel Pascoal avaliou com .

Favoritos

Isabel Pascoal adicionou aos favoritos
Carolina Chaves adicionou aos favoritos

Outros livros de José Pascoal

Quem gostou deste livro também gostou de:

Voltar

Área de utilizador

Top 10 de vendas

Novidades

Faça o login na sua conta do Portal