loading gif
Loading...

Sinopse

A presente edição traz aos leitores os contos e as ilustrações originais publicados em 1891, contos repletos de análises e parábolas morais para todas as idades e produzidos durante o período mais feliz e menos turbulento da vida de Oscar Wilde.

Wilde aborda principalmente um dos seus temas preferidos: os seres humanos e os seus duplos e a imagem nem sempre fiel que que adquire força e vida própria e que passa a existir graças ou apesar daquele que a originou.
Quando da sua publicação, alguns críticos julgaram que A Casa das Romãs era muito complexo para as crianças, mas Wilde claramente tinha ambições mais amplas e julgou ser um absurdo que "o vocabulário extremamente limitado à disposição da criança britânica [fosse] o padrão pelo qual a prosa de um artista pudesse ser julgada."

As histórias incluídas nesta coleção são os seguintes:

O Jovem Rei
É a história de um pastor, neto ilegítimo de um rei, que é trazido ao palácio para aguardar a sua coroação. na noite que antecede a este grande momento, ele tem três pesadelos, um para cada elemento de suas vestes (a coroa, o cetro e o manto), mostrando a visão crítica de Oscar Wilde sobre os usos e costumes da sociedade em que vivia. Comovido com o sonho, o jovem rei tem uma inesperada reação durante sua unção como Rei e o conto parte para um também inesperado desfecho.

O Aniversário da Infanta
É a história de um anão comprado para a diversão da filha do Rei de Espanha. Ele, então, embriagado pelas atenções da Infanta, começa a acreditar que esta o ama e deste momento em diante, o conto narra as desditas deste amor. Oscar Wilde pontua as relações humanas inseridas no relacionamento social com uma incrível sensibilidade e pede a reflexão do leitor para cada momento narrrado.

O Pescador e a Sua Alma
Neste conto, um jovem pescador encontra uma sereia e deseja ardentemente casar-se com ela, mas, não pode, pois para viver debaixo d'água não pode ter alma. Explorando o universo fantástico, Oscar Wilde fala sobre o Amor e as suas relações antagônicas com a Propriedade, o Conhecimento e até mesmo com as Sensações. É um dos seus contos mais instigantes e que trabalha com um simbolismo que envolve o leitor do começo ao fim.

O Filho da Estrela
Um menino é encontrado abandonado na mata por um pobre lenhador que o leva para casa. Ele cresce tornando-se belo, mas inútil, cruel e arrogante, acreditando ser um Filho das Estrelas. Achando-se superior às outras crianças exige dedicação e tem prazer em torturar os animais da floresta e os mendigos da cidade. Até que num dia, uma mendiga cansada e com os pés sangrando chega à cidade em busca do filho perdido... a partir deste ponto, Oscar Wilde recheia uma história empolgante com análises e parábolas morais para todas as idades.

Comentários


Ainda não existem comentários para este livro.

Outros livros de Oscar Wilde

Voltar

Área de utilizador

Top 10 de vendas

Novidades

Faça o login na sua conta do Portal